Domingo, 23 de Março de 2008

Nem a Alanis fazia melhor...

UEFA convidou Bruno Alves para mostar técnica defensiva

 


Bruno Alves foi convidado pela UEFA para demonstrar a sua técnica defensiva numa secção do site oficial daquele organismo na internet chamada Training Ground " ou "Campo de Treino" em português.

 

(…)

 

Bruno Alves, que foi totalista pelo FC Porto na Liga dos Campeões, cometendo apenas 17 faltas em 750 de jogo, foi escolhido pela UEFA - naturalmente indiferente às polémicas internas - para demonstrar a sua técnica defensiva naquela secção. As filmagens do contributo do central portista para a UEFA deverão decorrer durante os primeiros dias de Abril.

Fonte: O Jogo

 


Numa semana em que decorreu o peditório nacional, para que fosse aplicado ao Bruno Alves um processo disciplinar sumaríssimo, e certamente, o consequente castigo, como resultado da jogada com o Jorge Gonçalves, no jogo com o Leixões, logo haviam de vir os senhores da UEFA, com as parvoíces deles.

 

Sem dúvida que o rapaz, de vez em quando excede-se, e o convite vale o que vale, mas pronto, não será para qualquer mânfio .

 

Deve ter sido um valente baque, para todos aqueles que defendem que o Bruno Alves deveria ir para a rua "jogo sim, jogo sim", da Bwin Liga!

 

É que não for por mais nada, os números impressionam. 17 faltas cometidas em 750 minutos (sim, falta a indicação de "minutos" no texto acima), são 17 faltas em, qualquer coisa como, 8 jogos! Ou seja, mais ou menos 2 faltas por jogo!

 

Ele há estrelas em ascensão no panorama futebolístico português, na mesma posição, mas noutros clubes, que, vendo bem as coisas, não farão 750 faltas em 17 minutos, mas, entre as que são marcadas e as que os árbitros deixam passar em claro, as fariam, por certo, em 17 jogos. Se os jogassem...

 

Ora, como penso que a UEFA não terá convidado o homem, para ir dar uma lição sobre a melhor maneira de apanhar cartões amarelos, as faltas cometidas não devem ser, ainda por cima, faltas graves.

 

E agora? Será que o Pinto da Costa conseguiu endrominar os tipos da UEFA, ou comprou os árbitros daqueles 8 jogos, como faz em Portugal?

 

Ou será que o rapaz, que segundo dizem, até nem prima particularmente pela inteligência, joga de uma maneira em Portugal, e com os árbitros portugueses, e muda de forma de jogar, quando vai para a estranja?

 

Se for assim, pelo menos revela mais inteligência que o Óscar Cardozo , que faz uma asneirada em Portugal, e safa-se, e depois vai repetir a mesma brincadeira lá fora, e claro, vai para o olho da rua!

 

Será que os defensores de que o Bruno Alves nem devia entrar em campo (em Portugal, pelo menos!), já conseguem aceitar que o rapaz pode não ser um Humberto Coelho ou um Eurico, nem sequer um Ricardo Carvalho, mas que evoluiu bastante, e até joga à bola?

 

Não? Então, continuem em estado de negação, como têm estado nos últimos tempos, se isso vos consola!

 

O que, quanto a mim, não deixa de ser  interessante é que o Conselho de Disciplina que não aplicou o "sumaríssimo" ao Bruno Alves, foi o mesmo que também não o aplicou ao Cardozo , e a UEFA que convidou o Bruno Alves, foi a mesma, cujo órgão de disciplina castigou em três jogos, o Cardozo !

 

É irónico!   

sinto-me:
música: Ironic - Alanis Morrisette
publicado por Alex F às 09:05
link do post | comentar | favorito
|

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds