Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Deixem-se de coisas...

Como adepto do FC Porto, oponho-me frontal e totalmente a este "bando de loucos", que pretende afastar o melhor presidente que o Benfica teve nos últimos 20 anos, se não, em toda a sua gloriosa história!

 

Luis Filipe Vieira é um homem sério, sisudo, mesmo, cioso da lei e da justiça, e acima de tudo, sabe perder como ninguém.

 

Alguém assim, constitui um património inestimável para um clube como o Benfica, para os produtores de filmes da treta, os editores de livros de casa-de-banho e os jornais, que agora a ASAE não deixa utilizar para embrulhar o peixe, mas com que ainda se pode forrar o fundo da gaiola dos periquitos .

 

Proponho-me desde já a iniciar um movimento de solidariedade com Luís Filipe Vieira: pode ser o levantamento do antebraço direito, seguido do cruzamento e justaposição da mão esquerda na articulação interna do cotovelo do braço direito, e a terminar, partindo de uma posição de mão fechada, no levantamento subtil das falanges, falanginhas e falangetas do terceiro dedo da mão direita (a contar da direita, ou da esquerda, tanto faz!).

 

Espero para tanto, contar com o apoio prestimoso dos colegas portistas, para além da colaboração sempre bem-vinda de todos os sportinguistas que pretendam aderir a esta causa.

 

Luis Filipe, estamos contigo, forever ! Hmm , Hmm !  

 


 

14:13 - Futebol - Benfica 

 

Mil “benfiquistas insatisfeitos” manifestam-se amanhã e querem substituição de Luís Filipe Vieira

 

Cerca de mil “benfiquistas insatisfeitos” deverão manifestar-se amanhã junto ao Estádio da Luz, em Lisboa, para pedir eleições antecipadas e a substituição de um presidente “sem política e sensibilidade para o futebol”, segundo a organização.

 

Em declarações à agência “Lusa”, Hélder Carretas precisou que a iniciativa foi lançada por 15 pessoas, num fórum da Internet, na semana passada, depois de, em Fevereiro, ter fracassado a ideia de convocar uma Assembleia Geral. “A ideia surgiu na semana passada, depois do jogo com a Académica (derrota em casa por 3-0) e com o rumo que a equipa já estava a levar. Foi como uma bola de neve a caminhar e tinha que rebentar em alguma altura”, informou o adepto, indicando que, na recepção ao Belenenses, da próxima semana, também poderá decorrer outra acção de protesto.

 

Na manifestação de amanhã estarão presentes “benfiquistas insatisfeitos”, onde se incluem sócios, simpatizantes e membros das antigas claques. “Virão adeptos do Porto e Braga”, acrescentou. Depois da lei que regulamentou a organização de claques, nenhum desses grupos do Benfica, nomeadamente os Diabos Vermelhos e os No Name Boys , se registou oficialmente.

 

A iniciativa visa recolher mil assinaturas para convocar uma Assembleia Geral, de forma a solicitar eleições antecipadas. Uma reunião magna de sócios pode ser solicitada através de 0,5 por cento de assinaturas representativas do número de sócios, pelo que bastavam 800 inscrições, segundo os dados de Dezembro último. “Mas nós queremos ter mais margem e recolher mil assinaturas”, explicou. “Primeiro, tira-se quem está e depois logo se vê”, respondeu a mesma fonte, quando questionado se os adeptos insatisfeitos já têm um nome para substituir o presidente Luís Filipe Vieira.

 

O dirigente é criticado “por não aceitar criticas internas, não ter política e sensibilidade para o futebol e colocar no Benfica dirigentes como Jorge Gomes e Paulo Gonçalves, conotados com o FC Porto”. “O presidente também não dá a cara pela equipa nas derrotas”, sublinhou à “Lusa”.

 

Sobre os aspectos organizativos da manifestação, Hélder Carretas indicou não ser necessário informar as autoridades porque a acção decorrerá num recinto desportivo enquanto decorrem actividades, como um jogo de futsal.

 

O Governo Civil de Lisboa confirmou não ter recebido até esta manhã qualquer comunicação relativa a uma manifestação a realizar junto ao Estádio da Luz. Segundo o decreto-lei de 1974, as pessoas ou entidades que pretendam realizar manifestações, reuniões ou comícios em lugares públicos ou abertos ao público devem avisar por escrito e com antecedência de dois dias o Governo Civil. No entanto, o assessor de imprensa do Governo Civil de Lisboa alertou para o facto de a zona junto ao Estádio da Luz poder ser entendida como espaço privado. “Mas quem de direito está atento a estas coisas para qualquer eventualidade”, afirmou Jorge Andrew .

 

("O Jogo" online, 18.04.2008)

 


 

NOTA: Repararam como consegui escrever seis parágrafos, sem chamar "Orelhas" ao gajo! Hmm ? 

 

publicado por Alex F às 19:04
link do post | comentar | favorito
|

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.posts recentes

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

. A merda, segundo o padrão...

. Um treinador de gestão

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds