Terça-feira, 10 de Abril de 2012

Sossego no pito, s.f.f.

É ter memória curta em relação a um homem que na época passada representava a mística e a força benfiquista e cuja equipa jogava um futebol de sonho, de qualidade e ataque”

 

“tentar deitar abaixo Jorge Jesus por vias e travessas não é genuíno”

 

“não merece as críticas agressivas e de choque que lhe têm sido feitas”

 

“injustiça de todo o tamanho”

 

Faço minhas as declarações proferidas pelo André Villas Boas na época passada, quando algumas luminárias resolveram atacar o mestre da táctica.

 

O homem só perdeu um jogo, caramba! E até foi roubado pelo árbitro, um dos tais que quando comparado com o esloveno de Stamford Bridge, até é muito bom.

 

O mesmo tinha dito o presidente Pinto da Costa, mas comparando-o com o Bruno Paixão e o Marco Ferreira.

 

Quatro pontos são perfeitamente recuperáveis, com a confusão que está (ou estava?!) armada na classificação, e que vai (ou ia?!) continuar. Lembram-se das contas que ele fazia na temporada passada, quando estava a oito pontos e dizia que eram cinco? É quase a mesma coisa. Com a vantagem que, connosco, já não volta a perder.

 

Fico chocado quando, por causa de uma derrota, uma simples e singela derrota, vêm por em causa a capacidade do homem para gerir o plantel, o esforço e sei lá mais o quê.

 

Um homem que tanto deu a ganhar ao emblema que representa. Vejam bem, desde que assumiu as funções de treinador do dito clube já conquistou um título de campeão e duas Taças Lucílio, que para a semana, lagarto, lagarto, lagarto, serão três, e toda a gente se vai esquecer da noite de ontem.

 

Tudo isto em três temporadas. É obra, de facto.

 

Digo isto porque, quando olho para o nosso lado, apenas vejo um título da Liga, duas Taças de Portugal, três Supertaças e uma Liga Europa. A muito custo e com alguma sorte à mistura, lá mais para diante, virá a segunda Liga.

 

Mas, para isto senhores(as), precisámos de três treinadores para as mesmas três épocas, enquanto o Jesus, esse pobre coitado, teve que fazer tudo sozinho. Só contando do seu lado, com a estabilidade de ter sido sempre ele a constituir os planteis e as equipas, tanto quanto pode, como quis.

 

Como diria o Calímero (o pintainho preto, apenas esse…): “É uma injustiça!”

 

O homem que é um visionário, que lê no jogo aquilo que mais ninguém vislumbra. O mestre dessas mui nobres artes do insulto aos árbitros e da agressão aos atletas adversários. O expert na aplicação das regras da modalidade, que como mais ninguém, deslinda a melhor adaptação a fazer das mesmas, consoante correm a seu favor, ou contra si.

 

O inventor que consegue magicar uma inovação táctica nunca antes vista: a troca de extremos - Gaitán pelo Bruno César - com tamanho sucesso que, o golo da vitória contra o SC Braga, acaba por ser construído pelos dois, quase lado a lado, no mesmo flanco.

 

O gestor capaz de rentabilizar activos como ninguém. Até aqueles que só nos apercebemos estarem à sua guarda pelos processos disciplinares que apanham.

 

Querem lá ver, não tarda ainda fazem do indivíduo um balão de ar quente?

 

 

 

Ó cambada de vis papa-almoços ingratos! Não vêem vocês que a única coisa que o homem não é, é electricista?

 

Onde é que andam nestes dias conturbados os defensores do bom do Jesus?

 

É este fulano, possuidor de um olho em terra de cegos, que agora renegam. Pela segunda vez. Consta que o homónimo o foi por três vezes. Ainda lhe falta uma, por isso, tenham calma!

 

Estou a ponderar muito seriamente lançar uma campanha como aquela famosa nos anos 80, do lince e da Serra da Malcata: “Salvem o Jesus”, em vez do “Jesus Saves”, ou em português “Jesus Salva”, que por aí se vê.

  

 

Bom, bem vistas as coisas, o lince acho que se foi, mas a Serra ficou. A minha esperança é que o presidente do clube, pessoa séria e cumpridora da sua palavra, só não se sabe muito bem é qual, veio dizer que só equaciona a sua saída em caso de morte.

 

E isto foi dito por volta da Páscoa, altura em que, como sobejamente se sabe, é celebrada a ressurreição. Portanto, ainda que o (de)cujo seja atropelado por um camião, ainda assim há esperança.

 

Habemus Jesus! E que continue onde está…

sinto-me:
música: 99 Luftballons - Nena
tags:
publicado por Alex F às 13:41
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Donnie Darko a 10 de Abril de 2012 às 16:18
Boas

Gosto do jasus. Porra. Finalmente têm um treinador à medida do clube e agora mesmo depois da pascoa ainda o crucificam. Até o Veiga já apareceu a dizer mal dele. não se faz. Há meses era considerado pelo vasconcelos como "melhor que o mourinho" :). Agora querem-no chutar para o Porto? Não obrigado

Ontem gostei particularmente de :

- No final do jogo, o mestre da téctica virado para o joão pereira (outro pirralho) a perguntar "ganhaste o campeonato ?" Fantástico :)

- A pergunta do reporter brasileiro (rádio Paraíba ou Baia ou qualquer coisa do género): "Se o penlty no primeiro minuto influenciou o resultado neste jogo também diz a mesma coisa do penalty do javi sobre o lima na jornada passada quando o jogo também estava a zeros ?" Brutal :)

- Depois do "botafogo" ter tido as melhores oportunidades durante o jogo, com o ricky isolado várias vezes, bolas nos postes e uma grande exibição do artur, o treinador do "colo colo" tem a lata de dizer que " a melhor oportunidade de golo durante o jogo é nossa", referindo-se a um lance em que o patricio vai contra o pai (!?) da lyonce e a bola sobre para o cantiflas? Muito Bom :)

Abraços
De Alex F a 11 de Abril de 2012 às 23:35
Boa noite caro Donnie Darko,

Com a tendência que temos para reciclar aquilo que não resulta lá para os lados de Carnide, oxalá nos livremos deste!

Abraço
De Apostas Online a 12 de Abril de 2012 às 11:48
No futebol as pessoas tem mesmo a memória muito curta. Este é o mesmo Jorge Jesus que lhes deu um campeonato e 2(3?) taças da liga... O que não é nada mau, dada a história dos últimos 20 anos!

Comentar post

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds