Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

(Bem) Entregues ao Bicho

Grande Olhanense!

 

Sagrou-se este fim-de-semana o campeão da Liga Vitalis 2008/09.

 

Não é grande novidade. Esta nota já está atrasada, pelo menos, uma semana, que foi quando a subida  Liga Sagres, ou o que quer que ela se venha a chamar, ficou matematicamente confirmada.

 

Mais vale tarde, que nunca. Assim, aproveitei para ver um bocadinho do último jogo em casa, contra o Gil Vicente, e para confirmar os nomes e a origem de alguns jogadores, que conseguiram tal feito.

 

Pois é, quem haveria de dizer que o histórico Olhanense voltaria um dia, à divisão principal do futebol nacional? Vendo bem, faz todo o sentido. Passa da Liga da água, para a Liga da cerveja, que sempre vai melhor com o Festival do Marisco.
 
E quem pensaria que aquela equipa, com jogadores que ninguém no seu perfeito juízo dava qualquer coisa por eles, seria capaz de tal façanha? Não sei se até o Jorge Costa, algum dia sonhou com tal possibilidade.
 
Mas, entregaram-nos ao Bicho, e foi o que se viu.
 
Olhão vai bem com o Bicho. O feitio  dos olhanenses joga bem com o temperamento antes quebrar que torcer do treinador que escolheram, e depois da experiência falhada de Braga, só mesmo num sítio à sua imagem é que o Bicho poderia vir a ser feliz.
 
Não há cá nomes sonantes ou grandes vedetas. Só o que o Benfica vai pagar pelo Ramires, acabadinho de contratar, de acordo com o comunicado emitido para a CMVM, deve dar para pagar aí umas duas épocas de salários.
 
No entanto, lá vão eles para a Liga Sagres. A motivação faz milagres!
 
Da parte de um farense, roído de inveja, mas que vai torcer pelo Olhanense (excepção feita aos jogos com o FC Porto, claro está!), os meus parabéns a Olhão, aos olhanenses, em particular a dois, que não vejo há muito tempo, o Cocco e o João Paulo, ao Miguel (um irmão escreve o hino do Farense, e o outro sobe de divisão com o Olhanense, é quase poético!), e principalmente, ao Jorge Costa, e aos jogadores que conseguiram tamanha proeza.
 
Miguel, põe-te a pau, que, se chegar lá acima foi complicado, ficar por lá, ainda mais complicado é, mas descer é facílimo.
 
Nada de loucuras, e força!
 
 
P.S.: diz-se por aí, que o Presidente da Câmara Municipal de Faro via com bons olhos, que o Olhanense jogasse em casa, no Estádio do Algarve.
 
Não sei se estarão interessados nisso. Mas mesmo que não estejam, perguntem-lhe qual é o cachet que ele estará disposto a pagar! Se para ver traseiros de chineses foi o que foi, nunca se sabe…
 

 

publicado por Alex F às 18:19
link do post | comentar | favorito
|

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds