Quarta-feira, 6 de Junho de 2012

O outro lado contra-ataca

Quando ontem, ao início da tarde, li o elogio do Figo ao Gaitán, ocorreu-me imediatamente: “Wtf! A que propósito?!”

 

Nem me perpassou pelo espírito que o Figo é a figura decorativa do momento no Inter de Milão, e do propalado “interesse” deste clube no jogador argentino.

 

A coisa soou-me a algo um tanto ou quanto estranho, como que vinda do nada. Ainda para mais, quando é o próprio Figo quem faz questão de frisar, que sendo director de relações internacionais, nada tem que ver com “a parte dos jogadores”.

 

 

Durante a noite, oiço na SIC Notícias, que o Mantorras iria dar por encerrada a sua carreira de futebolista (outra vez?), assumindo as funções de embaixador em Angola, do clube que em tempos, pedia encarecidamente para o deixarem jogar.

 

Festa rija de homenagem na calha, ou seja, «“um ato tão significativo e igualmente enorme emoção e relevância” para os benfiquistas “como para o povo de Angola”», e, como não podia faltar a encimar o cartaz, um jogo de homenagem entre equipas da Fundação do clube e da ACNUR (Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados).

 

Curiosamente, ainda que o omitam na notícia do canal de Carnaxide, no insuspeito Mais Futebol, por exemplo, acrescentam que o jogo vai ser organizado pela Fundação da casa, o ACNUR e …a Fundação Luís Figo!

 

Poderão alguns achar, após os dois textos que escrevi recentemente sobre as conexões angolanas no futebol português ("Quando a desinformação começa em casa" e "Mariquinha vem comigo pr'Angola"), que estou a exagerar.

 

A realidade é que, cada vez mais Angola e o capital angolano, assumem um papel de elevadíssimo relevo, no financiamento da actividade económica do País, cujo impacto se pretenderá, consequentemente, estender ao futebol.

 

É por demais evidente que nosso principal rival atravessa aquilo que em termos económicos se poderá designar por, uma enorme carestia de carcanhol. Pilim líquido, e não daquele que se adivinha nas pernas dos jogadores ou no betão dos estádios.

 

Se não vender nenhum jogador durante este defeso, a SAD terminará a época novamente falida, e os empréstimos a reembolsar no curto prazo ascendem a mais de 100 milhões de euros.

 

[Sobre esta matéria, recomendo vivamente a leitura deste artigo no BiTri, "Assim se explica o nosso apoio ao LFV : )"]

 

Além das necessidades financeiras, há a questão não de somenos importância, das eleições de Outubro próximo, para as quais, querendo apresentar-se como um vencedor, talvez não baste ao actual presidente, lançar ataques violentos ao inimigo mais querido.

 

Depois de caucionar a permanência do treinador bi-derrotado nas últimas épocas, ou tri-campeão da Taça da Liga, se virmos o copo meio cheio, a sua própria permanência poderá ficar pendente do aval de terceiros.

 

Festarolas de despedida do Mantorras, e contratações de arraia miúda, como Hugos Vieiras, Luisinhos ou Micheis, com o devido enquadramento, fazem umas capas giras nos pasquins da especialidade, mas não chegam.

 

Falta o peixe graúdo, o(s) nome(s) sonante(s) que alimente(m) as esperanças dos adeptos, e que possibilite(m) a imprescindível entrada em força na época de 2012-2013.

 

E para isso, falta o cacau!

  

Das negociações com a Olivedesportos, não se conhecem quaisquer novos desenvolvimentos, logo, por esse lado, não é expectável qualquer antecipação de receitas.

 

 

 

Angola é já ali. Se a aparente proximidade ao Ministro Relvas, no último ensaio da Selecção Nacional para o Euro, não passará além do plano institucional, a via Mantorras, findos que estão os seus tempos de gazua para chegar às balizas adversárias, poderá ser a forma de, pelo outro lado, apelar ao coração do povo angolano, e ir por aí acima na cadeia alimentar.

 

É bem certo que o povo, por aquelas bandas, não conta por aí além, mas…

 

Para terminar, fica o registo de algumas curiosidades/coincidências, sobre alguns dos personagens acima mencionados:

 

 

 

ACNUR (Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados) – cargo actualmente desempenhado por António Guterres, ex-Primeiro Ministro de Portugal (de Outubro de 1995 a Abril de 2002) e ex-Secretário-Geral do Partido Socialista (entre 1992 e 2002);

 

Luís Figo – feliz contemplado com um pequeno-almoço de 750 mil euros, para aparecer na campanha eleitoral de José Sócrates (ex-Primeiro Ministro de Portugal (entre Fevereiro de 2005 e Junho de 2011) e ex-Secretário-Geral do Partido Socialista (de Setembro de 2004 a Junho de 2011);

 

Luís Filipe Vieira – também ele, tal como Luís Figo, apoiante de José Sócrates;

 

Miguel Relvas – Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares do actual Governo PSD e Secretário-Geral do PSD (em 2004 e 2005, e desde 2010).

 

 

Cenas dos próximos capítulos, a não perder!


 

Nota: Outro ponto desta notícia, que é omitido em muitos sítios, mas que o Público refere, é que também marcou presença na nomeação do novel embaixador, para além do embaixador Eusébio, e outros órgãos sociais do clube, o presidente do Sindicato dos Jogadores, Joaquim Evangelista;

 

Nota2: Por sua vez, a notícia do Público, omite a parte respeitante à intervenção da Fundação Luís Figo. Pergunto-me, como é que sendo uma só notícia, conseguem todos transmiti-la de forma diferente?

sinto-me:
música: Other side of the world - KT Tunstall
publicado por Alex F às 12:59
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Donnie Darko a 6 de Junho de 2012 às 17:37
Boas

ainda falta isto...

http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=760377

Abraços
De Alex F a 6 de Junho de 2012 às 23:24
Boa noite,

Por acaso não tinha visto. Normalmente evito certos sites...

O fulano flipou de vez. Hostilizar ostensivamente o Ministro mais importante do Governo não me parece muito boa ideia.

Acho que a megalomania desta vez vai dar para o torto. Angola não é como cá. Os seis milhões lá, não têm o mesmo peso. O povo até pode estar com ele e com o Mantorras, mas o povo conta pouco.

Querem ver que é o princípio do fim do Vieira?!

Comentar post

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds