Domingo, 9 de Novembro de 2014

A equipa-tipo e o tipo das equipas

Não sei o que vai na cabeça de outros portistas, pois pelo que tenho percebido, nalguns casos, é radicalmente diferente do que vai na minha, mas, para mim, nesta altura da época, o FC Porto já tem uma equipa-tipo estruturada.

Fabiano; Danilo, Maicon, Martins Indi e Alex Sandro; Casemiro; Herrera e Óliver; Tello, Jackson e Brahimi.

Pontualmente poderão entrar o Quintero e o Quaresma, pelo Óliver e pelo Tello, e ainda muito mais pontualmente, quaisquer outros.

Esta equipa-tipo resultou das múltiplas experiências feitas pelo treinador, com vários jogadores, e com os mesmos jogadores em posições diferentes.

Perante a dúvida metódica, a equipa acabou por encontrar ela própria a sua equipa-tipo. São estes os jogadores, e são estas as posições.

Como o velho princípio do "não mexas mais, que estragas", parece ter tanta aplicação aqui, como o dizer a um puto de seis anos para não fazer o que quer que seja, resta esperar que a equipa e a equipa-tipo sobrevivam à teimosia do tipo das equipas.
publicado por Alex F às 23:38
link do post | comentar | favorito
|

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds