Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Discutir é preciso, às vezes

 

No futebol, como na vida, hão de haver sempre opiniões divergentes e vozes discordantes.

 

Temo-las quando as coisas correm pelo melhor, quanto mais quando elas estão tremidas. O futebol é neste contexto, um fórum de discussão privilegiado. Tudo se discute. O que está de fora e o que nos toca directamente.

 

Os golos, as faltas, os foras-de-jogo, as decisões dos árbitros, os treinadores, as opções dos treinadores, os jogadores, os presidentes, as direcções das SAD, quando existem, os adeptos, quem é mais adepto, quem é menos adepto, qual a postura correcta, qual a incorrecta…

 

Enfim, discute-se tudo e mais alguma coisa.

 

Parece-me que é este o ponto em que nos encontramos neste momento. Dando razão ao ditado da casa onde não há pão, tudo parece ser argumento para fomentar a discussão.

 

Começámos a época a discutir jogadores, quem ia, quem vinha, quem ficava, quem era dispensado, e porquê.

 

Rapidamente passámos para a discussão das decisões dos árbitros, os seus erros e omissões, quem foi mais ou menos beneficiado, quem são os sérios e os menos sérios, os que se querem, e os que não se querem ver nem pintados. Menos mal, há sempre quem dê um passo em frente e passe directamente para as montras de talhos!

 

Em seguida, mas quase em simultâneo, dedicámo-nos ao sistema táctico. Duplo pivot, trinco à antiga, 4x3x3, 4x2x3x1, 4x1x2x1x2. Veio depois a questão dos jogadores mais adequados ao dito sistema.

 

De caminho, iam surgindo os primeiros fogachos de discussão em torno do treinador. Discutindo-se o treinador, não havia como fugir a envolver na discussão quem teve a responsabilidade pela sua contratação.

 

Meteu-se Janeiro, e voltámos à recorrente discussão das entradas e saídas.

 

Agora, estilo bola de neve a rolar encosta abaixo, discute-se o treinador, a SAD, e a saída de um administrador, o presidente, e a sua relutância em mandar às malvas o treinador, os puxões de orelhas aos jogadores.

 

Sem se chegar a grandes conclusões sobre os pontos prévios na agenda, a coisa avança inevitavelmente para o campo maniqueísta do quem apoia e quem não apoia, quem são os bons e os maus adeptos, quem é mais ou menos portista.

 

Detesto quando as coisas se encaminham neste sentido. Estou demasiado afastado do palco onde decorre a acção principal para participar nesse debate, e gosto demasiado de cores, neste caso do azul, para limitar a realidade ao branco e preto.

 

Temos pela frente um jogo importante, mas mesmo que o não fosse, por mais voltas que dê, não concebo que exista um único portista que suspire por uma derrota da sua equipa em Frankfurt, Leverkusen, na Conchinchina ou lá onde quer que seja. Nem sequer o Miguel Sousa Tavares.

 

Mesmo que isso signifique que o Paulo Fonseca, o Pinto da Costa, o Fernando Gomes (o actual!), e a SAD, fiquem exactamente nos mesmíssimos lugares onde e como estão.

 

Não me interpretem mal, gosto de discutir. Acho que é da exposição civilizada de diferentes pontos de vista, antagónicos ou complementares,  que se aprende alguma coisa, apesar de notar em mim mesmo, uma cada vez maior renitência em abandonar os meus próprios pontos de vista. Deve ser da idade.

 

E gosto de discutir futebol, ainda que seja um dos temas onde, logo à partida, se encontram reunidas, pelos mais diversos motivos, todas as condições para que seja uma das menos prolíferas das discussões.

 

No entanto, e para que não fiquem dúvidas, quinta-feira é para ganhar, e acabou.

 

E sobre isso não há discussão.

sinto-me:
música: Counting stars - One Republic
publicado por Alex F às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds