Quarta-feira, 29 de Outubro de 2014

Para um menino muito, muito, valente

28669_105801346132697_5006103_n.jpg

 

Encefalopatia hipóxico-isquémica perinatal. Dito e lido assim, até parece um bicho de sete cabeças. Mas não é.
 
Apenas e tão somente, resume-se a todas as coisinhas más que podem acontecer, Diabo seja cego, surdo e mudo, no ante, durante e pós-parto, como resultado da privação do afluxo normal de oxigénio ao cérebro.
 
Nos casos mais graves acaba em paralisia cerebral. Nas situações mais leves, ainda assim, pode provocar, e provoca mesmo, garanto-vos, danos irreversíveis.
 
Nos primeiros tempos, em que os indicadores de desenvolvimento são visíveis essencialmente ao nível motor, os desfasamentos que se notam não são significativos. Uma semana, semanas, um mês, três meses.
 
Com o passar do tempo, à medida que as coisas se começam a centrar mais na componente cognitiva, a décalage torna-se mais sensível. Seis meses, um ano, até à irremediabilidade.
 
Um "atraso mental", na verdadeira acepção da palavra. Que, no fundo, nada mais é que uma incongruência notória entre a idade cronológica e a idade cognitiva.
 
Ou seja, nada daquilo que pejorativamente, usualmente se quer fazer significar pelo termo, e que não passa, em grande parte, de desonestidade intelectual.
 
Somemos-lhe uma septissémia natal, e já agora, cataratas congénitas em ambas as vistas, consequência directa da oxigenação artificial, e que, ainda que intervencionadas, a perda total de visão num dos olhos é cada vez mais uma realidade iminente.
 
Bem sei que há casos muito mais graves. Muito mais graves e pungentes mesmo. Mas, convenhamos, é muito para um menino apenas a caminho dos cinco anos. Demais, mesmo.
 
Como é que se explica a um menino dessa idade, enquanto vê o irmão gémeo e os colegas do ano anterior, a entrarem todos para a sala dos cinco anos, chamando-lhe "bebé" de caminho, que vai ficar na dos quatro anos, mas que até teve sorte, pois podia ser muito pior?
 
Só espero que um dia seja capaz de entender e de ter em si a capacidade de perdoar por tudo aquilo por que tem passado.
 
Oxalá não me levem a mal por este desabafo. Este texto foi escrito, mais coisa, menos coisa, há cerca de um ano.
 
A intenção, para além de extravazar o que ia na alma, era também dar uma satisfação devida, àqueles que por aqui passavam e não encontravam nada de novo.
 
Na altura, não tive coragem de o publicar. Hoje sim, o rapaz está com seis anos e há motivo para o fazer, por isso quero assinalar assim este dia.
 
Talvez tenham cá vindo desta vez, à procura de algo sobre o Kelvin, o Atsu, o Iturbe ou o Castro. Lamento desapontá-los.
 
Há um menino muito, muito valente, que deve ter sofrido muito mais do que todos eles, e que certamente irá continuar a sofrer.
 
Mas dá luta. E sorri. Ele pode dizer que é do Benfica, mas, sem menosprezo para com o mano, é, e será sempre o meu Dragãozinho d' Aço.
publicado por Alex F às 12:33
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De penta1975 a 29 de Outubro de 2014 às 14:22

eu, quando cá venho, é sempre pelos teus escritos e pela Qualidade inerente.

e este, Alex... olha... fod@-se pá.

abr@ço
Miguel | Tomo II

De Alex F a 29 de Outubro de 2014 às 23:57
Miguel,

Um duplo obrigado, por ainda teres a paciência de passar por cá, e pelo comentário.

Abraço
De Jorge a 30 de Outubro de 2014 às 10:50
o impacto é menor por conhecimento prévio. mas é sempre um impacto do caraças. é um remate do barroso direitinho nos dentes, para contextualizar.

tem sorte, o petiz, em ter um pai como tu. dá-lhe colo, carinho, amor. e mostra-lhe um ou outro video de 1987. anima qualquer um.

grande abraço,
Jorge
De Alex F a 30 de Outubro de 2014 às 13:53
Eu é que tenho sorte em tê-lo e ao irmão.

Apesar de, por vezes, apetecer atirá-los janela fora. Em especial quando começam a falar de um certo clube que nós sabemos, de Limas e de Taliscas.

Mas tão depressa falam destes, como do Ronaldo ou do Jackson Martinez. É a inconsciência da idade, e a puta da "peer pressure" dos coleguinhas, que só têm uma cor.

Abraço
De Luis Marques a 30 de Outubro de 2014 às 18:58
Olá

Eu sei o que é passar por isso, eu tenho um que antes de nascer teve uma hemorragia (acho que é assim que se escreve) intra-craneana, e depois devenvolveu uma hidrocefalia, felizmente para isso há (houve) uma solução, uma derivação ventriculo-peritoneal (basicamente um by-pass, para não deixar a pressão dentro do crânio aumentar), como consequência tive vários diagnósticos como "...só tem uma semana de vida...", "....infelizmente vai ser cego...", "...nunca vai desenvolver capacidades cognitivas, vai ser um vegetal...", mas o que é verdade o rapaz já anda, já começa a falar, apesar de ter um ligeiro atraso, os medicos dizem que até poderá frequentar uma escola normal.

Amo o meu filho com todas as forças que tenho...

E ahmm quando me sento para apreciar uma futebolada ele aproxima-se de mim e pergunta algo como "...pai vamo ver o poto?..." Pois é ele é um Dragão com dê maiúsculo.

PS: Sou angolano e tb vivo a sul (Lisboa-alvalade, fod@-se tem sido dificil os últimos dias....ufa...).
De Alex F a 30 de Outubro de 2014 às 22:51
Pois é Luis, estes miúdos têm uma força que nos surpreende a todos, até superior à nossa própria.

Não nos resta alternativa senão irmos para diante, muitas vezes arrastados por eles, para que não parem por nossa causa.

E as boas notícias acabam por aparecer. Depois de muitas "boas notícias", que mais soavam a mentiras piedosas, esta semana tivemos boas notícias, com resultados objectivos em perpectiva, e daí o texto.

Estes putos são uns vencedores, uns Dragões, e nem sabem disso.

Força, e um abraço
De Fernando Kosta a 30 de Outubro de 2014 às 23:04
O Mundo está cheiro de Heróis. Alguns vivem connosco... Um abraço!

Comentar post

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds