Domingo, 29 de Novembro de 2015

Reality sucks (ou "Do mito ao logos, e mais além")

Se há algo que atravessou a evolução da espécie humana, do mito ao logos, e permanece nos dias de hoje, foi a necessidade de, quando as coisas correm mal, virar as preces para os deuses, mais que muitos, na esperança, tantas vezes vã de salvação divina.

 

Os adeptos do FC Porto não são diferentes. Quando as coisas correm manifestamente mal, voltam-se para os seus sacrossantos  deuses: o Presidente e a administração da SAD.

 

Uns, na esperança de mudanças. Outros, apenas procuram conforto. Confiam no Presidente, e enquanto este mantiver a sua confiança no treinador, sentem-se seguros. Ainda que à sua volta o Mundo como o conhecem, esteja a desabar, e eles próprios desconfiem disso.

 

Um pouco como a orquestra do Titanic.

 

Meus Caros,

 

Não vale a pena acalentarem tal esperança, e acreditarem na intervenção divina e salvadora do Presidente e da administração da SAD.

 

A partir do momento em que a dependência do clube dos negócios com Jorge Mendes e com os fundos, os compeliram a ter de aceitar servir de barriga de aluguer para a gestação do Julen Lopetegui-treinador, ao serviço dos interesses de Jorge Mendes, as coisas fugiram do controlo do Presidente e da SAD. Ao menos neste capítulo.

 

A única esperança seria Jorge Mendes conseguir colocar Lopetegui noutro lado qualquer. Mas está a tornar-se difícil. As cada vez mais abundantes provas de falta de capacidade de Lopetegui, tornam-o pouco apetecível para clubes de alguma dimensão. Quer ele acredite, quer não, o mercado encolhe a cada exibição de merda.

 

A Lopetegui talvez isso não o preocupe, mas a Jorge Mendes, que não é parvo de todo, ainda que consiga enganar alguém, não lhe interessa nada vender gato por lebre. Não seria nada abonatório para a sua reputação.

 

Assim sendo, não vale a pena dirigirem as Vossas últimas preces para o Presidente ou para a administração da SAD. É escusado.

 

Antes, rezem mas é para que apareça alguém ainda mais dependente do Jorge Mendes ou dos fundos do que nós, e que não tenha outro remédio senão ficar com ele.

 

Olhem, por exemplo, com sorte, se as coisas se tornarem insustentáveis para o Nuno Espírito Santo em Valência, talvez se possa fazer uma troca...

publicado por Alex F às 00:33
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Março de 2014

E se se xaringassem n...

A fantochada começou com o Helton. No domingo, vi com os meus próprios olhos, e ouvi pelos meus ouvidos, o Abdoulaye ...

Ler artigo
sinto-me:
música: Walk like a man - Divine
publicado por Alex F às 13:32
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 24 de Julho de 2012

Business, as usual…

No mês passado, escrevi aqui um texto, intitulado "Comichões e comissões", onde, a propósito das contas dos três grandes...

Ler artigo
sinto-me:
música: Ain't to proud to beg - Rolling Stones ft. Amy Winehouse
publicado por Alex F às 13:22
link do post | comentar | favorito
|

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Reality sucks (ou "Do mit...

. E se se xaringassem nas p...

. Business, as usual…

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds