Terça-feira, 14 de Abril de 2015

Wunderbar, wunderschön

Cada vez vou ficando mais maravilhado com o que vou lendo pela bluegosfera.

 

Vamos jogar contra o Bayern de Munique, e qual o melhor tópico de discussão para lançar neste momento?

 

Qual o assunto que mais poderá contribuir para a união dos portistas, em véspera de um confronto deste género?

 

A titularidade ou não do Quaresma! Obviamente!

 

Wunderbar!

 

Uma vez mais o Quaresma eleito como tema do dia. Não tem sido assim a época quase toda?

 

E eis que a árvore frondosa, seja ela qual fôr, donde floresceram dois golos e duas assistências no jogo contra o Estoril-Praia, passa a eucalipto, quando se trata de defrontar os bávaros.

 

Wunderschön!

 

Dê-se o devido crédito pela coragem de quem propõe a não inclusão de Quaresma no onze inicial. Da maneira como as coisas têm corrido, se calha a jogar de início, e as coisas até não lhe correm mal, sai um valente tiro no pé.

 

Se joga e corre mal, perfeito! Comme il faut! Quem é que tinha razão, quem era?

 

Se não joga de início, e as coisas correm bem à equipa...quem é que tinha razão, quem era?

 

Por outro lado, se correm mal, porra, contra o Bayern, também que diferença fazia, ou o que é que esperavam?

 

Não sei, mas assim à primeira vista, parece-me um bocado injusto para com aquele que poderá ser, a par do Bahimi, um dos nossos maiores geradores de desequilíbrios.

 

Quer dizer, comparam-se as ausências de não sei quantos alemães, com as do Jackson, do Tello, e até do Adrián, e depois, por nossa própria iniciativa, fica de fora aquele que tem estado em melhor forma no nosso ataque?

 

Em nome de quê? Ódiozinho de estimação? Não, claro que não. Racionalmente e tacticamente, para reforço urgente do meio-campo!

 

Wunderbar!

 

Reforce-se o meio-campo, baixem-se as linhas, e vamos estar em maus lençóis.

 

O que o Guardiola quer é isso. Sem ter nenhum empatado, recomendo vivamente a leitura do "Herr Pep", de Martin Perarnau.

00106510158931____1__1000x1000.jpg

Se a filosofia de jogo do catalão, não andar muito longe daquela da época passada, é fácil de perceber.

 

É avançar lentamente até ao meio-campo adversário, sempre em conjunto e a trocar a bola, para uma vez aí chegados, dar largas ao ADN germânico, e soltar os cavalos.

 

Atrair o oponente para um dos lados do campo, fazê-lo bascular até o extremo do outro lado ficar liberto, para depois meter-lhe a bola, e sair finalização ou centro para a área, quando toda a equipa se encontra colocada no terreno adversário e, se não fôr golo à primeira, pronta para disputar a segunda bola.

 

Perante isto, valerá a pena reforçar o meio-campo?

 

Quanto a mim, mais vale pressioná-los na fase lenta da construção do ataque, em que dois deles saem facilmente a jogar da defesa, e o terceiro, normalmente, mete a bola em diagonal para o extremo do lado contrário.

 

E o Quaresma? O Quaresma ultimamente tem-se visto a pressionar, como nunca fizera na vida, e não é por nada, mas tem estado tão bem ou melhor que o Brahimi.

 

Porque é que não haverá de ser titular? Simplesmente porque não? Porque é o Quaresma e vamos jogar contra o Bayern?

 

Relembrem-se do que o Artur Jorge disse no intervalo do jogo de Viena. Que se lixe o meio-campo, este pode ser o jogo de uma vida para alguns dos nossos rapazes!

 

Scheiße para o resto!

publicado por Alex F às 13:20
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De reinemargot a 15 de Abril de 2015 às 23:54
Ora aí está:
2 Wunderbars + 1 Wunderschön contra 1 Scheiße , dá exatamente 3 a 1 !

(O Lopetegui não precisa que lhe digam como tem de jogar, graças a deus, né?)

gostei de o "ler" de volta...
De Alex F a 16 de Abril de 2015 às 13:31
Olá, boa tarde.

É verdade, mas garanto que o texto não teve nada de premonitório. Foi a mais pura das coincidências.
...por via das dúvidas, vou aproveitar e jogar no Euromilhões.

Pois é, na Champions, o Lopetegui não precisa de lições.

O Quaresma é que deu uma, e não foi pequena.

É sempre um prazer ter "velhos " conhecidos por cá.

Abraço

Comentar post

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

. A anormalidade normal

. Ser ou não ser, um apelo ...

.Facebook

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds