Quarta-feira, 31 de Março de 2010

Olhó cretino!

“A verdade é que eu escolhi 15 jogadores e esses jogadores fazem tudo posicionalmente o que deixei lá. Mas não quero tirar o mérito a ninguém. O Sp. Braga está no segundo lugar, tem bons jogadores, eu soube escolhê-los”

 

“Um cretino é um cretino, e um vintém é um vintém, e será sempre assim”

 

A primeira das duas frases é da autoria (de quem mais poderia ser?) de Jorge Jesus, num dos seus frequentes acessos de humildade, neste caso, após o jogo com o SC Braga. A segunda, que a primeira me trouxe inevitável e imediatamente à memória, de Manuel Machado, treinador do Nacional da Madeira, após o jogo da primeira volta, na Cesta do Pão, entre este clube e o Benfica.

 

Não sei se, posicionalmente, os jogadores do SC Braga actual, fazem tudo o que o Jesus por lá deixou, embora me pareçam existir algumas diferenças em relação ao meio-campo, pela entrada do Hugo Viana (e agora, pela saída do Vandinho), e pela troca, até Janeiro, do Rentería pelo Paulo César. Agora, de uma coisa tenho a certeza, se “o SC Braga está no segundo lugar” e “tem bons jogadores”, porque o Jesus “soube escolhê-los”, então que dizer do Benfica?

 

Se ele foi buscar quinze dos jogadores bracarenses, e, segundo o João Gobern, dos catorze que entraram em campo no jogo contra o Benfica, onze eram do tempo de Jesus, que dizer do Benfica?

 

No Benfica que defrontou o SC Braga, nada mais, nada menos de nove jogadores já tinham o actual local de trabalho: Quim, Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Carlos Martins, Cardozo e Di Maria.

 

Se acrescentarmos o Fábio Coentrão, que estava emprestado, passam a ser dez os jogadores que já estavam sob contrato com os encarnados. Dos suplentes que entraram, o Rúben Amorim e o Aimar também já lá estavam. Quem é que resta? O Javi Garcia, o Ramires, o Saviola e o Kardec.

 

E estes, será que o mérito da escolha foi do Jesus? Ora, o Javi Garcia veio do Real Madrid. Será que qualquer manco joga no Real, tirando o Secretário e o Balboa? Não me parece. Vindo de onde veio, era meio caminho andado para que a coisa corresse bem, ou não?

 

O Ramires é só titular da selecção brasileira. Dispensa apresentações, não dispensa? E o Saviola. Toda a gente já tinha ouvido falar do Saviola. Estava na mó de baixo, é certo, mas se não houvesse nele algum potencial, talvez não tivesse andado por Barcelona e por Madrid. O Kardec seria o menos conhecido, mas mesmo assim foi titular da selecção brasileira de sub-20, que perdeu o campeonato do Mundo para a Costa do Marfim. Era uma aposta de risco?

 

Portanto, será caso para dizer, o Benfica está em primeiro lugar, tem bons jogadores. O Koeman, o Camacho e o Quique souberam escolhê-los?

 

Jesus terá o mérito, e ninguém lho negará certamente, de por a jogar alguns jogadores que por lá andavam a pastar (Carlos Martins, Di Maria, Cardozo, Aimar…), e ter formado um colectivo que joga à bola.

 

Contudo, não lhe ficava mal, pelo menos, reconhecer ao Domingos o mérito de não ter estragado o que encontrou em Braga, e deixar-se de comentários tristes e disputas de paternidades.

 

Pois é, já tivemos Ligas conquistadas por palermas de diversos tipos. Esta época é irremediável: a Liga Pescada vai ser ganha por um palerma cretino.

publicado por Alex F às 12:50
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Pedro a 1 de Abril de 2010 às 10:59
Bom dia,

O Azul ao Sul está em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Parabéns e boa continuação!

Pedro

Comentar post

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Coisas diferentes, talvez...

. O efeito Mendes

. Quando uma coisa é uma co...

. O acordo necessário e a n...

. No limiar da perfeição

. In memoriam

. FC Porto 2016/2017 - Take...

. A quimera táctica do FC P...

. No news is bad news, (som...

. Poker de candidatos

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds