Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013

It's friday I'm in lov, Izmaylov

Apenas umas breves notas sobre o jogo de Aveiro:

 

 
 

Isto não se faz, caramba! Ou melhor, faz-se. Mas a um daqueles putos novatos, acabados de sair dos juniores. Para aprender, para ganhar tarimba. Não se faz ao Hugo, guerreiro de tantas batalhas. Coitado do Hugo, não merecia isto. O homem até jogou no Sporting, mas uma vergonha destas...

 

Excelente. O melhor do Jackson ao longo da partida. Não soube a pouco, mas foi pouco.

 

Os primeiros noventa minutos, consecutivos, do Izmaylov. Não há dúvida, é um senhor jogador. Nota-se de cada vez que toca na bola, ainda que também se note que não está ainda integrado na equipa. Ou então dá essa sensação, porque dentro daquela que foi a filosofia explicitada pelo Vítor Pereira, aquando da sua contratação, aqui, é apenas mais um. Está no FC Porto para ajudar e ser ajudado, logo, intervém menos do que acontecia na sua equipa anterior.

 

O Atsu está ligeiramente diferente do Varela, não está? E com enfâse na parte do ligeiramente.

 

Sobre o João Moutinho não há nada a dizer que não tenha sido dito antes. Talvez apenas que hoje, os cantos foram horrivelmente apontados.

 

Por falar horrível, surge-me um nome: Danilo!

 

Ele e o Alex Sandro parecem pratos de uma balança, que teima em não encontrar o ponto de equilíbrio. Um sobe de produção, e o outro desce. O pecado do Alex Sandro, uma vez mais, foi a atabalhoação quando próximo da baliza contrária tenta entrar paralelamente à linha de área, com mais uma escorregadela à mistura.

 

Desta vez sem efeitos perniciosos, mas diga-se que a nossa linha defensiva, minutos antes da entrada do Abel Camara, parecia a defesa do Co Adriaanse.

 

E apenas contra um adversário, o Yazalde, que, cada vez que a bola era pontapeada para diante, punha toda a gente em sentido. Por incrível que pareça a coisa melhorou com a entrada do Abel Camara, e o consequente recuo dos nossos defensores. Obrigado Ulisses Morais. 

 

Sim, porque esta equipa do Beira-Mar é decididamente, uma das mais fracas da prova. A construção de jogo é mínima, e a estratégia é pontapé para a fente, e fé no filho do Jaime Graça.

 

Ainda assim, o Mangala conseguiu ser expulso. Até podia tê-lo sido mais cedo, e acabou por o ser, estupidamente, por uma falta atacante. De vez em quando, convém desviarmo-nos dos adversários, em vez de simplesmente os atropelarmos. Não é rapaz?

 

É bem verdade, que para ser expulso por aquele tipo de falta, para além da reincidência, é preciso um árbitro como o Xistra.

 

E pronto, dever cumprido. Mais uma semana no primeiro lugar ex-aequo, e terça-feira está quase aí.

 

Venha o Málaga!  

música: It's friday I'm in love - The Cure
sinto-me:
publicado por Alex F às 23:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

Como substituir os in...

"Os cemitérios estão cheios de pessoas insubstituíveis".(Georges Clemenceau) Numa altura em que acabámos de celebrar os ...

Ler artigo
sinto-me:
música: The tide is high - Blondie
publicado por Alex F às 18:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Abril de 2012

O que falta do que es...

Com regularidade, a trancas e barrancas, temos o título de campeão nacional a quatro jornadas de distância e interpõem-s...

Ler artigo
sinto-me:
música: Fazer o que ainda não foi feito - Abrunhosa & Comité Caviar
publicado por Alex F às 13:37
link do post | comentar | favorito

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. It's friday I'm in lov, I...

. Como substituir os insubs...

. O que falta do que está p...

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds