Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013

Este é outro gajo, que também é bom comó caralho

 
 
 
 

Cá está, seguindo na senda dos grandes goleadores, iniciada no texto anterior, outro gajo que também é bom comó caralho.

 

Quem o diz, do alto da sua tacanhez megalómana, é aquele indivíduo alvi-estúpido.

 

“Se jogasse melhor fora da área, era o melhor do Mundo” – diz ele.

 

Até ao Miguel Sousa Tavares é o jogador adversário que mais receio infunde.

 

E com fundadas razões. O gajo até é bom jogador, daqueles que jogam pelos cotovelos, não me canso de dizê-lo.

 

Mas, a bem da verdade, tentemos ser um pouco mais objectivos.

 

Azucrina-nos o juízo desde a temporada 2007/2008, e leva, entre penáltis e carambolas, 101 golos marcados, se entretanto não lhe atribuíram mais algum nos últimos dois jogos, que eu não tenha reparado.

 

Até aqui, tudo bem, os penáltis e as carambolas também fazem parte do jogo. O resto é que não.

 

E o resto é o quê?

 

Por exemplo, aquilo que escrevi sobre o triunfador da Bola de Prata 2009/2010, por sinal, o dito cujo Cardozo, e a forma como venceu:

 

“Comecemos precisamente por aqui. O melhor marcador de 2009-2010, acabou com 26 golos obtidos, em 29 jogos. O segundo classificado terminou com apenas menos um, 25 golos, e menos um jogo realizado, muito por força de um estúpido cartão amarelo, em vésperas de defrontar a equipa do primeiro.

 

Mas não só. O segundo classificado viu anulados três(!) tentos, sem que se saiba muito bem porquê.”
 
 
 

Relembro, só para os mais esquecidos, que o segundo classificado foi um rapaz de nome Falcao. Porém, esta foi sem dúvida a melhor época do paraguaio.

 

Talvez por influência do Mundial que se disputou nesse ano, ainda que aí, nem a promessa da Larissa Riquelme de se despir, caso o Paraguai chegasse às meias-finais, tenha surtido o efeito porventura desejado. Há limites para tudo.
 
  

 

Na temporada passada foi também o melhor marcador, ex-aequo, com o agora seu colega de equipa, Lima. À conta de quê?

 

Disto:

 

“Mais estúpido ainda, o rei dos marcadores do campeonato indígena alcançou a marca de 20 tentos. Tantos quantos o segundo classificado. Neste caso, irá ostentar o título apenas porque fê-lo, num menor número de jogos disputados (29 contra 30).

 

Ora, se tivermos em conta que o jogo a menos, não o disputou porque estava castigado, a que conclusão chegamos? O homem, que ainda por cima tem como característica jogar pelos cotovelos e não prima pelo bom comportamento, está, no fundo, através deste critério de desempate, a ser recompensado por se portar mal.

 

Que raio de fairplay é este?”

 

Curiosamente, estas duas situações logo haviam de ocorrer, nos momentos em que conquistou, penso que aqueles que serão os seus dois títulos individuais mais preciosos.

 

Estatisticamente, podemos constatar que o rapaz, sem contar com a actualmente em curso, leva uma média de 17,6 golos marcados por época.

 

Não é mau. Especialmente se tivermos em conta que o tal Falcao, nas duas que passou entre nós conseguiu chegar aos 20,5, e o recém-chegado Jackson Martínez leva até à data 18.

 

No entanto, houve um tal Givanildo Vieira de Souza, que oficialmente, nem sequer era avançado-centro, mas alcançou uma média de 13 golos em quatro temporadas, nas quais, uma delas começou apenas em Janeiro e noutra esteve “entunelado” por uns meses.

 

Portanto, o gajo é bom, é temível, mas fazer dele o melhor do Mundo parece tão exagerado, como ao Mark Twain lhe pareceram as notícias da sua morte.

 

Ou será que, quando lhe fazem tanta publicidade, e fazem-no recorrentemente de há umas épocas para cá, apenas lhe estarão a tentar arranjar um mercado, onde, de outra forma, ninguém vai?


Nota (actualização): Com o andar da carruagem, estou a aperceber-me de que não terá sido feliz a menção de "gajo bom", no título deste texto. As minhas desculpas a todos(as) aqueles(as) que eventualmente cá venham parar por engano...

sinto-me:
música: Symphony of Tourette - Manic Street Preachers
publicado por Alex F às 13:16
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

Falcao, o Homem da Ne...

Um só jogo, tantas memórias. Um remake da final do Prater, num cenário de Tóquio Acordado, às três da manhã...

Ler artigo
sinto-me:
música: This is not America - David Bowie & Pat Metheny Group
publicado por Alex F às 17:59
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

PQP

Pêquêpê era o nome-de-guerra utilizado por Pedro Queirós Pereira, nas suas andanças de piloto de ralis. Segundo consta, ...

Ler artigo
sinto-me:
música: FDP - Gabriel O Pensador
publicado por Alex F às 15:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Julho de 2009

A vida dura do Rui

A acreditar nas notícias vindas a público ontem, o Benfica terá desistido de contratar o já famoso, Radomel Falcao (ou R...

Ler artigo
publicado por Alex F às 14:22
link do post | comentar | favorito

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Este é outro gajo, que ta...

. Falcao, o Homem da Neve

. PQP

. A vida dura do Rui

.Let's tweet again!

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds